DEZ SEGREDOS DA VERDADEIRA POPULARIDADE! – PESSOAS POSITIVAS SÃO PUPULARES.

Onde posso encontrar o segredo da popularidade? No Novo Testamento?

Rogerio

 

POPULARIDADE

“Somos os melhores!” gritou a líder da torcida no jogo de futebol americano de minha escola do Ensino Médio. Eu admirava seus dentes bem alinhados e seu sorriso perfeito. Eu a observava rir e conversar com as moças e flertar com os rapazes.

“Deve ser glorioso ser ela”, pensei, refletindo sobre minha própria solidão. Por causa do emprego de meu pai, precisávamos mudar a cada três a cinco anos, por isso para mim e para minha irmã era difícil formar amizades duradouras.

A líder da torcida tinha a reputação de vestir-se sem recato e participar de festas com bebidas alcoólicas. Ao observá-la, comecei a ansiar pela popularidade que eu achava que ela representava. Eu queria tanto ter amigos que por um breve momento me perguntei se deveria rebaixar meus padrões para tornar-me como ela.

Enquanto minha irmã e eu íamos de carro para casa, eu me sentia oprimida pela autopiedade e orei no coração ao Pai Celestial. Pedi-lhe que me contasse o segredo que poderia livrar-me da solidão e da insegurança. Embora ainda não fosse membro da Igreja na época, eu tinha uma forte fé em Deus.

Imediatamente uma ideia me veio à mente: “Pare de pensar em si mesma”.

“Esse é o segredo?” pensei, decepcionada. “Como isso pode me ajudar a ser popular?”

Mais tarde, naquela semana, li sobre a caridade em I Coríntios 13. Isso me ajudou a compreender que o Pai Celestial estava tentando me ensinar a ter caridade para com os outros, em vez de concentrar-me em como as pessoas me tratavam. Peguei as características da caridade alistadas ali e coloquei-as em prática. Ao fazer isso, descobri que toda a minha vivência na escola mudou. Aqui estão algumas das coisas valiosas que aprendi.

A Caridade É Sofredora

Tentei tornar-me mais paciente com as pessoas da escola. Um menino zombava de mim na aula de ginástica, mas tentei responder à sua implicância com bondade e sorrisos. Por fim, ele parou de me incomodar. No final do ano, tornamo-nos bons amigos.

A Caridade É Benigna

Sempre admirei uma moça de minha classe que fazia amizade com todos, por mais populares ou impopulares que fossem. Comecei a seguir o exemplo dela e procurar oportunidades de ser bondosa com as pessoas.

A Caridade Não É Invejosa

Minha irmã e eu tínhamos inveja dos talentos de uma jogadora de basquete de nossa escola e costumávamos tecer comentários maldosos a respeito dela. Decidi, em vez disso, começar a regozijar-me com as vitórias dela. Também comecei a desenvolver meus próprios talentos. Ao fazer essas coisas, livrei-me de meu fardo de amargura e senti-me bem mais feliz.

A Caridade Não Se Ensoberbece

Às vezes, eu me achava melhor do que algumas pessoas por viver padrões morais mais elevados. Quando pensei no Salvador, que era humilde e amava todas as pessoas, decidi mudar minha atitude. Ao tentar ser humilde e bondosa, as pessoas começaram a se esforçar para fazer amizade comigo.

A Caridade Não Se Porta com Indecência

Eu amava o Senhor e tinha elevados padrões morais. Decidi que rebaixar esses padrões me tornaria infeliz.

A Caridade Não Se Irrita Facilmente

Certa vez, uma professora fez um comentário que me magoou. Em vez de reagir, perguntei se ela estava tendo um dia difícil. Ela admitiu que sim e depois pediu desculpas. Aqueles comentários foram fruto de seus problemas pessoais e nada tinham a ver comigo.

A Caridade Regozija-se com a Verdade

Uma coisa que minhas amigas da Igreja me ensinaram foi que as fofocas e as mentiras eram erradas. Tentei evitar as fofocas e mudar de assunto sempre que alguém começava a dizer coisas rudes.

A Caridade Acredita em Todas as Coisas, Tem Esperança em Todas as Coisas

Comecei a ver o que havia de bom nas pessoas e a ser otimista. Quando fiz essa mudança de atitude, as pessoas começaram a sentir-se edificadas à minha volta. Isso fez com que elas quisessem estar em minha companhia com mais frequência.

A Caridade Suporta Todas as Coisas

Quando minha irmã ficou gravemente enferma e perdeu a capacidade de caminhar normalmente, muitas de suas amigas a abandonaram porque ela andava de modo esquisito. Vi como ela ficou arrasada e dei-me conta da importância de não abandonar as pessoas nos momentos difíceis.

A Caridade Nunca Falha

Quando pratiquei a caridade em meus relacionamentos, desenvolvi muitas amizades verdadeiras e duradouras. Minha solidão desapareceu, e dei-me conta de que a popularidade não era nada comparada ao verdadeiro tesouro de amizade e respeito decorrentes da aplicação prática de princípios do evangelho.

Sinto-me grata ao Pai Celestial que Se deu ao trabalho de ensinar a uma estudante do segundo ano do Ensino Médio o segredo de conquistar amizades duradouras.

A Caridade É um Dom do Espírito

O CRISTO VIVOMórmon nos ensina como desenvolver a caridade, o puro amor de Cristo. Você pode estudar Morôni 7:44–48 para aprender a tornar-se “[cheio] desse amor” (Morôni 7:48).

 

 

 

 

 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *